Clubhouse Clubhouse

Clubhouse: como funciona esta nova rede social?

Clubhouse: como funciona esta nova rede social?

Nas últimas semanas, o assunto mais falado nas redes sociais é o novo aplicativo de redes sociais, o Clubhouse. Mas do que se trata essa novidade? Lançada em abril de 2020, a nova rede social permite apenas o envio de áudios, ou seja, é uma plataforma de voz.

Desenvolvida pelo empresário do Vale do Silício Paul Davison e pelo ex-funcionário do Google Rohan Seth, a plataforma ficou famosa depois que o dono da Tesla, o bilionário Elon Musk, começou a usar o Clubhouse. Aqui, no Brasil, a fama do app aconteceu quando Boninho, o diretor do Big Brother Brasil, entrou em uma das salas e começou a conversar sobre o programa.

Como participar?

A rede ainda é exclusiva, e você precisa ser convidado por alguém. Cada usuário tem direito a dois convites e, por enquanto, está disponível somente para iOS e não existe versão em português. Mas, se você ainda não foi convidado, a dica é: baixe o app, se cadastre e espere algum amigo, que já é membro, dar a permissão para você entrar.

Ao entrar na plataforma, você escolhe seus temas de interesse e sincroniza seus contatos do celular. Na página inicial, estão as várias salas de bate-papo, abertas para os seguidores de determinados perfis. Todas as salas são formadas por interesses e você pode pedir para ser avisado quando alguma sala interessante abrir ou se alguém específico entrar em uma conversa.

Em cada sala, cabem até cinco mil pessoas, com moderadores, speakers (quem está falando no momento) e ouvintes. Mas qualquer um pode pedir a palavra, basta levantar a mão (por meio de um comando no app), e o moderador irá aceitar ou não. Além das salas com conversas variadas, também há os chats privados. É importante ressaltar que gravar as conversas é proibido e elas também não são armazenadas no app ou na nuvem, tudo acontece em tempo real.

Foto: Reprodução / App Store

O sucesso do app já é tanto, que ele está avaliado em um bilhão de dólares, com mais de seis milhões de inscritos. No ano passado, enquanto ainda não era tão famoso, o app estava avaliado em 100 milhões de dólares com pouco mais de 1.500 usuários.

No Brasil, as buscas pelo Clubhouse cresceram 525% entre 30 de janeiro e 6 de fevereiro, na comparação com a semana anterior, e ultrapassou o TikTok no interesse de buscas no mês de fevereiro.

Mas mesmo com todo o sucesso, é importante tomar algumas precauções. Ainda não é claro o que acontece com os dados dos usuários. Informações, como as listas de contatos, estão seguras? E as mensagens de áudio enviadas?

A discussão sobre a acessibilidade do app também está em alta. Em um país onde 25% da população têm algum tipo de deficiência e 9 em cada 10 brasileiros usam Android, não está certo como superar o desafio de tornar o Clubhouse mais acessível a todos.

O que é certo é que esta tendência está cada vez mais em alta, com celebridades, influenciadores, diversas personalidades e figuras importantes aderindo ao Clubhouse. E você, já se cadastrou?

Fonte: Dialogando - Clubhouse: como funciona esta nova rede social? (2021)

Deixe uma resposta

O campo mensagem deve conter pelo menos 3 caracteres
Clubhouse: como funciona esta nova rede social? 2021-03-03 15:59:24
Newsletter

Receba nossas notícias e fique por dentro de tudo ;)