convivencia-online-em-redes-sociais convivencia-online-em-redes-sociais

Convivência online em redes sociais

Convivência online em redes sociais

Não é à toa que crianças e adolescentes adoram explorar as redes sociais. Os motivos são parecidos com os dos adultos: compartilhar novidades com os amigos, postar fotos e assistir a vídeos interessantes são apenas alguns deles.

Que as redes sociais facilitaram a comunicação e o convívio é um fato que não pode ser negado. Mas é preciso falar sobre os riscos para crianças e adolescentes.

É preciso estar atento para prevenir riscos de quebra de privacidade, o uso excessivo e o contatos impróprios. Os principais serviços de redes sociais na Internet estipulam idades mínimas para cadastro. Fique atento a isso!

Idade mínima nas redes sociais

13 anos – Facebook, Instagram, Snapchat, Youtube e Twitter

16 anos – WhatsApp

18 anos – Youtube

Dica para os pais

Seja um exemplo: no seu próprio perfil, tenha atenção a suas configurações de privacidade e não poste informações que possam constrangê-lo ou constranger outras pessoas.

Lembre-se que crianças e adolescentes, muitas vezes, gostam de ser tratadas como jovens. Escrever recados públicos tratando-os de forma infantilizada pode gerar constrangimentos e afastá-los de você.

Outras dicas:

  • Mostre que a Internet é um local público, que tudo o que é divulgado pode ser lido ou acessado por qualquer pessoa, tanto agora como futuramente;
  • Estimule a reflexão antes de divulgar algo, pois não há possibilidade de arrependimento. Uma frase ou imagem fora de contexto pode ser mal interpretada e causar mal entendidos. Após uma informação ou imagem se propagar, dificilmente ela poderá ser totalmente excluída;
  • Busque informações sobre as opções de privacidade oferecidas pelos sites e procure ser o mais restritivo possível (algumas opções costumam vir, por padrão, configuradas como públicas e devem ser alteradas);
  • Mantenha seu perfil e seus dados privados, permitindo o acesso somente a pessoas ou grupos específicos;
  • Procure restringir quem pode ter acesso ao seu endereço de e-mail, pois muitos spammers utilizam esses dados para alimentar listas de envio de spam;
  • Seja seletivo ao aceitar seus contatos, pois quanto maior for a sua rede, maior será o número de pessoas com acesso às suas informações. Aceite convites de pessoas que você realmente conheça e para quem compartilharia as informações que costuma divulgar;
  • Não acredite em tudo que você lê. Nunca repasse mensagens que possam gerar pânico ou afetar outras pessoas, sem antes verificar a veracidade da informação;
  • Seja cuidadoso ao se associar a comunidades e grupos, pois por meio deles muitas vezes é possível deduzir informações pessoais, como hábitos, rotina e classe social.
  • Observe o fundo de imagens (como fotos e vídeos), pois podem indicar a sua localização;
  • Não divulgue planos de viagens e nem por quanto tempo ficará ausente da sua residência;
  • Ao usar redes sociais baseadas em geolocalização, procure se registrar (fazer check-in) em locais movimentados e nunca em locais considerados perigosos. O mais adequado é fazer check-in quando sair do local, ao invés de quando chegar.
  • Seja cuidadoso ao usar e ao elaborar as suas senhas (senhas fortes devem ter letras, números e símbolos);
  • Habilite, quando disponível, as notificações de login, pois assim fica mais fácil perceber se outras pessoas estiverem utilizando indevidamente o seu perfil;
  • Use sempre a opção de logout para não esquecer a sessão aberta;
  • Mostre como denunciar casos de abusos, como imagens indevidas e perfis falsos ou invadidos.

Não deixe de colocar todas essas regras em prática e nos conte o que achou!

Fonte: Dialogando - Convivência online em redes sociais (2015)

Deixe uma resposta

O campo mensagem deve conter pelo menos 3 caracteres
Convivência online em redes sociais 2020-01-17 19:02:14
Newsletter

Receba nossas notícias e fique por dentro de tudo ;)