seguranca-no-twitter-saiba-como-se-proteger seguranca-no-twitter-saiba-como-se-proteger

Segurança no Twitter: saiba como se proteger

Segurança no Twitter: saiba como se proteger

Uma das maiores redes sociais do mundo, o Twitter mantém uma série de políticas para garantir a segurança dos seus usuários. Em entrevista, o gerente de Políticas Públicas do microblog, Felipe Magrim, fala um pouco sobre as ações promovidas pela rede social.

“Queremos que o Twitter seja uma comunidade segura e aberta”, afirma Magrim. “Para isso, constantemente criamos e atualizamos ferramentas que permitam aos usuários reportar qualquer violação ou comportamento abusivo que vejam durante o uso da plataforma.”

Magrim afirma que a segurança é uma preocupação constante e que o Twitter fornece canais para o atendimento ao público. “Temos a responsabilidade de manter uma plataforma de comunicação aberta e acessível, além de criar um ambiente seguro para nossos usuários”.

Como proteger sua conta e o que você posta nela

Aproveitando o momento, Felipe dá algumas dicas importantes para que o usuário se proteja na rede social, enquanto a utiliza.

“Quando você se inscreve no Twitter, pode optar por manter seus tweets públicos ou por protegê-los. Algumas dicas básicas vão desde o uso de uma senha forte, até a verificação de acesso a sua conta. Este recurso permite que toda a vez que o usuário for acessar sua conta seja necessário uma confirmação da senha e do número de telefone. Esta é a melhor maneira de garantir que apenas você tenha acesso à sua conta.”

“Se deseja controlar quem vê suas atualizações, você deve optar por proteger seus Tweets”, continua ele. “Contas com tweets protegidos exigem aprovação manual para todos os indivíduos que desejam visualizar os tweets da conta. Apenas seguidores aprovados conseguem visualizar ou pesquisar tweets de contas protegidas.”

Crianças e adolescentes no Twitter

A presença de adolescentes no Twitter é gigante e os próprios pais podem orientar os filhos em questões relacionadas à segurança na rede social.

Magrim recomenda conversas abertas entre pais e adolescentes sobre os conteúdos compartilhados “Algumas perguntas que podem ser feitas são: com quem você está compartilhando o seu conteúdo? Como seus tweets podem ser interpretados? Como seus tweets se encaixam em uma conversa maior?”

“Saber avaliar informações disponíveis na internet ponderadamente não é algo tão fácil”, diz o gerente. “Alguns adolescentes podem ter dificuldade em distinguir vários tipos de conteúdo ou em avaliá-los de forma adequada, e isso pode repercutir no Twitter.”

“Por isso, é interessante que os pais participem e perguntem aos adolescentes sobre a postura deles ao criar e compartilhar conteúdo em plataformas de rede social, inclusive para que os filhos vejam suas interações on-line como parte de um contexto maior”, explica.

Segundo Magrim, é bom levar em conta quais são as pessoas que podem ver o seu conteúdo e pensar se ele pode ou não ser mal-interpretado, mal representado ou publicado novamente sem o seu conhecimento ou consentimento.

Sobre o uso por crianças, é bom lembrar que o Twitter estabelece um limite mínimo de idade para ser utilizado e menores de 13 anos não estão autorizados. “Não coletamos de forma consciente informações pessoais de crianças com idade inferior a 13 anos”, afirma Magrim.

“Caso chegue ao nosso conhecimento que uma criança com menos de 13 anos nos forneceu informações pessoais, tomaremos medidas para excluir os dados fornecidos e encerrar a conta da criança.”

Para saber mais, acesse o suporte do Twitter e nos conte nos comentários se você já toma alguma dessas medidas de segurança.

Fonte: Dialogando - Segurança no Twitter: saiba como se proteger (2016)

Deixe uma resposta

O campo mensagem deve conter pelo menos 3 caracteres
Segurança no Twitter: saiba como se proteger 2019-12-16 15:02:35
Newsletter

Receba nossas notícias e fique por dentro de tudo ;)