noticias-falsas-ameacas-reais noticias-falsas-ameacas-reais

Notícias falsas, ameaças reais

Notícias falsas, ameaças reais

Pesquisa realizada pelo Buzzfeed News e pela Ipsos Public Affairs apontou que fakes news têm conseguido enganar internautas adultos em 75% das vezes. A Universidade de Stanford estima que somente nas eleições presidenciais norte-americanas ocorreram 38 milhões de compartilhamentos de notícias enganosas.

À parte os danos morais que a disseminação cada vez maior desse tipo de farsa pode causar para os envolvidos, junto com a fofoca ou informação adulterada vem também o risco de ter o celular ou computador contaminado por vírus e malwares, apenas por clicar na postagem ou site.

Os cybercriminosos identificaram nas fake news um caminho poderoso para atingir suas vítimas. Como em geral se referem a fatos atuais, com grande apelo e repercussão, impulsionam o usuário a dar o temido clique que abre as portas para as invasões. E ainda distribuir para todos os seus amigos nas redes sociais!

Os softwares softwares maliciosos possibilitam o roubo ou sequestro de dados e podem ter vários disfarces: além de manchetes, chegam em sites clonados, anúncios dos últimos lançamentos de produtos e até resultados em ferramentas de buscas.

O que já valia para aquele boato passado de boca em boca nos tempos antigos, continua crucial na era da sociedade conectada: sempre procure checar a veracidade dos fatos antes de repassá-los rapidamente na ânsia de ser o primeiro a postar. Lembre-se que ao fazer isso você está endossando um conteúdo fraudulento e colocando sua rede de contatos em risco.

Consulte fontes confiáveis, pois se o acontecimento realmente for relevante, logo estará nesses mesmos canais. Seja cauteloso ao acessar postagens de amigos e evite executar arquivos em sites desconhecidos, por maior que seja a curiosidade.

Aliás, as chamadas clickbaits – na tradução livre, iscas de cliques – se aproveitam justamente dessa mesma curiosidade, com matérias com títulos sensacionalistas que, quando acessadas, levam para conteúdos irrelevantes ou que não têm nada a ver com o tema.

Não clicou em nada, fechou rapidamente os pop-ups e mesmo assim teve o dispositivo infectado? Saiba que clicar naquele x para fechar o pop-up nos sites fraudulentos também é uma forma de acionar vírus e malwares. Confira a seguir como encerrar estas janelas com segurança:

  • Google Chrome: aperte Shift+Esc, selecione a linha que contém o pop-up e clique em Finalizar processo.
  • Windows: aperte Ctrl+Shift+Esc, selecione o navegador de internet e clique em Finalizar tarefa.
  • Mac: aperte Command+Option+Esc, selecione seu navegador de internet e clique em Forçar fechamento.
  • Android: aperte o botão quadrado no canto inferior direito da tela e deslize todas as janelas do navegador para fora da tela.
  • iPhone: aperte duas vezes o botão de Início (home) e deslize todas as janelas do navegador para fora da tela.

Se você gostou do assunto, confira o podcast especial que gravamos sobre notícias falsas!

Fonte: Dialogando - Notícias falsas, ameaças reais (2018)

Deixe uma resposta

O campo mensagem deve conter pelo menos 3 caracteres
Notícias falsas, ameaças reais 2019-11-25 21:03:38
Newsletter

Receba nossas notícias e fique por dentro de tudo ;)