internet-segura internet-segura

SaferNet fala sobre o Dia da Internet Segura

SaferNet fala sobre o Dia da Internet Segura

No próximo dia 9 de fevereiro comemora-se o Dia da Internet Segura. A data é mundial e, no Brasil, os eventos relacionados à ela são coordenados pela SaferNet.

Nesta entrevista ao Dialogando, o diretor de educação da entidade, Rodrigo Nejm, falou sobre a criação da data, as ações previstas e como as pessoas podem se mobilizar na campanha.

Quando e por quê foi criado o Dia da Internet Segura?

Rodrigo Nejm: O Dia da Internet Segura teve início em 2004, na União Europeia. Lá, para que um país possa fazer parte do bloco, é obrigatória a existência de uma entidade que tenha esse caráter de promoção à segurança online e que mantenha canais de denúncia e de ajuda para vítimas de crimes na rede. Então a data surgiu como uma forma de agrupar as mobilizações dessas diversas instituições ligadas à promoção da segurança online. Isso foi crescendo, e hoje o Dia da Internet Segura é realizado em mais de 100 países no mundo todo.

E no Brasil, desde quando acontece?

Rodrigo Nejm: Desde 2009, quando a SaferNet foi convidada a coordenar o Dia da Internet Segura no Brasil. Em 2016 teremos a 8ª edição do evento no país. Neste ano, a data cai no dia 9 de fevereiro, em pleno Carnaval (o Dia da Internet Segura é comemorado sempre na segunda terça-feira do mês de fevereiro) e aproveitamos o clima para fazer várias peças informativas relacionadas ao feriado – por exemplo, abordando nas redes sociais temas como combate à intolerância e à discriminação – sempre de forma positiva e incentivando o uso da hashtag #caianafolinaocaianarede. Além disso, existem várias outras ações programadas, que vão até o fim do mês de fevereiro.

Qual é a importância de dedicar uma data para a Internet segura?

Rodrigo Nejm: É super importante pautar o tema. A internet é uma ferramenta global, e suas oportunidades e perigos também são globais. Nessa data, nós aproveitamos para unir esforços com várias entidades na tentativa de fornecer respostas conjuntas para pensar na segurança na internet e na defesa dos Direitos Humanos. A data representa um esforço multisetorial que envolve empresas, ONGs, instituições de ensino e governos, entre outros, juntos no compromisso de promover a educação e a segurança online.

De que maneira as pessoas podem aderir à campanha?

Rodrigo Nejm: Existem vários jeitos. Qualquer pessoa pode participar, seja compartilhando nas redes sociais os materiais produzidos pela SaferNet, ou mesmo tomando a iniciativa de produzir filmes, fotos, gifs que possam ampliar o alcance da campanha, sempre lembrando de usar as hashtags #caianafolianaocaianarede e #sid2016 (que se refere à sigla internacional do Dia da Internet Segura). Quem deseja realizar uma ação em sua própria cidade, pode entrar em contato com a SaferNet e realizar um cadastro que, uma vez aprovado, pode contar com material de apoio impresso ou digital. Neste ano, já são 62 atividades cadastradas. O importante é se mobilizar dentro do tema.

Acompanhe e compartilhe a campanha no Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.

Fonte: Dialogando - SaferNet fala sobre o Dia da Internet Segura (2016)

Deixe uma resposta

O campo mensagem deve conter pelo menos 3 caracteres
SaferNet fala sobre o Dia da Internet Segura 2020-01-20 13:31:56
Newsletter

Receba nossas notícias e fique por dentro de tudo ;)