tecnologia-revela-novos-corantes-naturais tecnologia-revela-novos-corantes-naturais

Tecnologia revela novos corantes naturais

Tecnologia revela novos corantes naturais

Não há dúvidas de que os alimentos coloridos são atraentes aos olhos, estimulando muito mais o paladar. Mas quando quando corantes sintéticos são adicionados para ressaltar as cores, a questão nutricional pode ficar de lado. Com a crescente pressão por mais opções alimentares saudáveis, a indústria opta por aditivos químicos para chamar a atenção dos consumidores e mostrar deliciosidade em seus produtos.

Mas, a ciência pode ajudar! Após cinco anos de investigação, a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) desenvolveu novas opções de corantes naturais a partir de frutas tropicais.

A partir do processamento de cascas desidratadas e trituradas de jabuticaba, jambo e jamelão, os pesquisadores obtiveram um composto em pó rico em antocianinas, que são pigmentos solúveis em água e com tonalidades que vão do vermelho ao azul, que dão a coloração característica a diversas flores e frutas, como a berinjela e o hibisco.

Além de atuarem como corantes naturais, esses novos produtos podem servir como suplementos alimentares em razão de seus benefícios: ajudam a combater inflamações, diminuem os danos causados por excesso de radicais livres no organismo e têm propriedades antivirais. Para o futuro, os especialistas pretendem avançar nos estudos para produção em larga escala, além da validação industrial. Tudo isso visando a chegada do produto aos mercados, com custos mais acessíveis do que os similares estrangeiros.

Atualmente, os fabricantes de produtos alimentícios trabalham com três tipos de corantes: naturais (extraídos de substâncias vegetais ou animais), caramelo (obtido a partir de açúcares) e artificiais (elaborados por processo de síntese com composição química). As tonalidades mais comuns dos corantes naturais são derivadas da cúrcuma (amarelo), urucum (vermelho), antocianinas (roxo) e clorofila (verde).

A regulamentação é controlada pela Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária que, desde 2016, determinou que todos os rótulos de alimentos que possuam corantes, como gelatinas, sorvetes, iogurtes e refrigerantes, devem trazer um alerta sobre a presença de aditivos com risco de alergias.

Se você possui alergias, fique sempre atento aos ingredientes mencionados no rótulo dos produtos!

Fonte: Dialogando - Tecnologia revela novos corantes naturais (2018)

Deixe uma resposta

O campo mensagem deve conter pelo menos 3 caracteres
Tecnologia revela novos corantes naturais 2019-11-14 20:11:24
Newsletter

Receba nossas notícias e fique por dentro de tudo ;)