Lixo Na Lata, Wi-fi No Celular Lixo Na Lata, Wi-fi No Celular

Startup indiana troca lixo por Wi-fi

Startup indiana troca lixo por Wi-fi

Figurinhas comuns no cenário urbano da Índia, os catadores de tralhas — ou Kabadiwallah —  recolhem papel, plástico e metal arrastando seus carros de mão pelas ruas e anunciando sua chegada com buzinas de bicicleta. Aos gritos eles atraem moradores para fazer negócio: vendem jornais velhos e outros resíduos que depois serão reciclados.

Mas mesmo com esses tantos trabalhadores do mercado de coleta de lixo e reciclagem dando tudo de si, a situação do lixo na Índia não é boa. O país, com 1,2 bilhão de habitantes, produz uma imensa quantidade de resíduos. São cerca de 70 milhões de toneladas por ano.

Acontece que as estatísticas atuais apresentam o lixo como um dos maiores problemas da sociedade e das cidades modernas. Nossos hábitos e modo de vida são a questão inicial para a solução desse problema.

O lixo ainda não possui gerenciamento adequado e com isso aparecem inúmeras consequências ambientais, sociais e graves problemas de saúde pública. Não é à toa que a produção de resíduos sólidos no mundo chega a 2 milhões de toneladas por dia, 730 milhões de toneladas ao ano.

Troque seu lixo por Wi-Fi

Em 2012, os indianos Raj Desai e Pratik Agarwal fundaram a startup ThinkScream, que desenvolve projetos focados na união entre tecnologia e comportamento.

Foi então que, motivados pelo cenário do lixo na Índia e cansados de verem tanta sujeira pelas ruas de Mumbai, resolveram criar uma lixeira inteligente.

A ideia surgiu durante um festival de música em 2013, no qual os dois se perderam e demoraram duas horas para achar a saída, devido a enorme quantidade de lixo espalhado pelo chão.

O resultado foi a união da ThinkScream com uma equipe local de telecomunicações para o lançamento de seis lixeiras inteligentes, com cerca de 1,4m de altura e um custo de aproximadamente US$ 1.470, em um festival em 2014.

O aparelho possui um painel de LED que acende e fornece um código único a cada vez que algo é jogado na lixeira. Essa senha garante a cada pessoa uma conexão Wi-Fi de 15 minutos com um alcance de até 50 metros. Um detalhe, este não é o primeiro aparelho que desenvolvem cuja recompensa aos usuários é Wi-Fi.

O produto principal da empresa, criado para salas de cinema em Mumbai, permitia o uso de Wi-Fi para pedir comida da loja do cinema e ser servido no assento. Mas foi a partir do lançamento da lixeira inteligente que, segundo o CNN Money, a start-up recebeu diversas propostas de empresas que veem o projeto como uma oportunidade viral de marca. No entanto, eles dizem que é cedo medir o alcance da lixeira.

Não fizemos uma análise “antes e depois” ainda, mas sabemos que as pessoas realmente gostam de usar a lixeira, primeiro pelo fator “uau!” e depois pelo Wi-Fi gratuito”,  indicou Desai.

Soluções para reduzir o lixo e possibilitar uma melhor mobilidade urbana e qualidade de vida estão cada vez mais recorrentes. E com a ajuda da tecnologia tudo fica mais fácil.

O aplicativo LimPOA, por exemplo, é uma boa opção para buscar informações sobre dias, locais e como fazer o descarte correto de resíduos.

O que achou das iniciativas que agem em prol do meio ambiente? Conhece mais algum aplicativo legal para encontrar pontos de descarte de resíduos? Diga nos comentários!

Fonte: Dialogando - Startup indiana troca lixo por Wi-fi (2017)

Deixe uma resposta

O campo mensagem deve conter pelo menos 3 caracteres
Startup indiana troca lixo por Wi-fi 2019-12-18 18:17:26
Newsletter

Receba nossas notícias e fique por dentro de tudo ;)