Big Data Week: debatendo avanços e desafios no uso inteligente de dados Big Data Week: debatendo avanços e desafios no uso inteligente de dados

Big Data Week: debatendo avanços e desafios no uso inteligente de dados

Big Data Week: debatendo avanços e desafios no uso inteligente de dados

Não há mais dúvida do valor estratégico do uso inteligente do grande volume de dados gerados pela sociedade conectada – ou Big Data. Mas como fazer isso de forma eficaz? Como garantir a segurança? E em quais inovações podemos apostar?

Estas serão algumas das questões abordadas pelo evento Big Data Week, que acontece em São Paulo no dia 21 de outubro, no Auditório Telefônica.

É a quarta vez que a conferência internacional, criada em Londres em 2012, acontece na América Latina, com painéis e debates estruturados em três grandes pilares: “Desafios da ciência de dados, engenharia e visualização”, “Decisões de arquitetura e segurança essenciais nos projetos” e “Projetos de Inteligência Artificial, tempo real e Internet das Coisas”.

O uso de informações sobre clientes, comportamentos  e tendências para direcionar ações e campanhas não é novidade. O surpreendente hoje é a quantidade de dados disponíveis sobre todo e qualquer assunto em questão de segundos, graças à web, redes sociais e Internet das Coisas, que permite a conexão de quase tudo, de equipamentos variados a automóveis.

Temos visto uma procura maior das empresas brasileiras pela construção ou melhoria de processos internos e externos baseados em métricas e dados”, destaca Thoran Rodrigues, Founder e CEO da Bigdata Corp. e um dos palestrantes do Big Data Week.

“Ainda existe muita confusão em relação a Big Data, disseminadas por maus profissionais que querem vender soluções mágicas com o termo”, diz o empreendedor.

Mas os projetos realizados por especialistas são cada vez mais baseados em problemas reais que podem efetivamente ser resolvidos com sua aplicação”.

Na visão de Rodrigues, para que de fato a utilização do Big Data se dissemine por todas as áreas é preciso dar acesso a sistemas que não dependam totalmente de conhecimento técnico avançado por parte dos usuários.

A tendência é que essas ferramentas atuais sejam substituídas por outras mais simples, amplamente aplicáveis e extensíveis a outros setores da computação, mais próximas do que o Excel é hoje para o Business Inteligence, como já começa a acontecer”, aponta.

“Os bancos de dados NoSQL, por exemplo, eram uma das tecnologias pioneiras para lidar com Big Data e hoje são aplicados em segmentos diversos, de jogos a sistemas corporativos em grande escala”, completa o CEO.

E você, o que espera do big data nos próximos anos? Diga nos comentários!

Fonte: Dialogando - Big Data Week: debatendo avanços e desafios no uso inteligente de dados (2017)

Deixe uma resposta

O campo mensagem deve conter pelo menos 3 caracteres
Big Data Week: debatendo avanços e desafios no uso inteligente de dados 2019-11-20 23:38:33
Newsletter

Receba nossas notícias e fique por dentro de tudo ;)