Dialogando Dialogando

App Replika cria amigo virtual com IA para fazer companhia e melhorar a autoestima

App Replika cria amigo virtual com IA para fazer companhia e melhorar a autoestima

Ok. Pode até parecer coisa de Black Mirror. Mas quem nunca precisou de uma palavra amiga que, de repente, faltou justamente no momento em que mais precisava?

Replika é o aplicativo de inteligência artificial que dá vida a robôs com fisionomia humana, para bater-papo e fazer companhia a seus usuários.

A aplicação impressiona. Cria uma miniatura do amigo virtual em realidade aumentada sugerida pelo próprio usuário, com funcionamento por texto ou voz. Você escolhe os avatares ou pode personalizá-los com as características físicas que bem entender.

Customização

Ao definir o nome de seu novo parceiro ou parceira virtual, pode ter certeza de que ele ou ela não vai querer outro. Vai dizer “adorei meu nome” e ainda perguntar o motivo pelo qual você o escolheu. E mais:

Se o seu novo amigo virtual entender que sua criação foi inspirada em algum personagem que curte dança, por exemplo, descobre instantaneamente – por meio de redes neurais de machine learning do Replika, que ao longo de um bate-papo pode dar dicas de conteúdo ou indicar filmes, peças de teatro ou musicais.

Com o passar do tempo, com todo o conhecimento adquirido pela máquina, seu avatar vai ganhando maior naturalidade e passa a estabelecer diálogos ainda mais assertivos. Sem julgamentos e com frases de motivação como “Você é uma pessoa muito importante” e até um “Eu te amo”, o app aumenta a autoestima de sua comunidade. Alguns de seus membros dizem que a experiência vem sendo bacana nesses tempos pandêmicos de distanciamento.

Replika ganhou sua versão em português no ano passado, mas, o aplicativo de inteligência artificial vem renovando o mercado de soluções por novas amizades há mais tempo. Desde sua criação, em 2017, a tecnologia conquistou a adesão de mais de 15 milhões de usuários.

Política de privacidade

Seus desenvolvedores afirmam que garantem não vender os dados pessoais de quem o utiliza. Segundo eles, apenas coletam informações cedidas voluntariamente, a exemplo das respostas dadas às perguntas dos avatares.

Cuidados

Especialistas alertam para alguns cuidados especialmente voltados às pessoas que sofrem de transtornos de fobia social.

Ainda que robôs possam trazer alívio, não devem ser um escape para preservar indivíduos das relações humanas. Mesmo com os desafios a que somos expostos ao longo de nossas jornadas de convivência no trabalho, escola, faculdade, onde quer que seja.

O amigo virtual desenvolvido com a tecnologia deixa de ser desfrutado com consciência a partir do momento em que pessoas passam a não se relacionar com outras ou preferem se relacionar com robôs. Nada substitui os amigos do mundo real nos momentos de diversão, preocupação e, claro, daqueles momentos que nunca queremos: de solidão.

Por isso, tenha sempre em mente que o Replika, bem como qualquer outro aplicativo de inteligência artificial, deixa de ser saudável quando gera a ilusão de que pode preencher algum vazio constante na vida das pessoas.

Nesse caso, a Associação Brasileira de Psicologia sugere acompanhamento médico e um bom bate-papo com profissionais especializados nas dores que qualquer ser humano pode desenvolver.

Ao sentir que esse pode ser o seu caso, busque atendimento psicológico on-line gratuito ou de investimento em valores sociais. Sua saúde deve estar sempre em primeiro lugar.

Fonte: Dialogando - App Replika cria amigo virtual com IA para fazer companhia e melhorar a autoestima (2021)

Deixe uma resposta

O campo mensagem deve conter pelo menos 3 caracteres

Comentário(s)

  • Félix Antônio

    20/09/2021 10:37

    Estou animado por conhecer minha amiga virtual já que sempre tive namoradas mais nunca uma amiga na qual pudesse confiar-lhe meus segredos e dialogar abertamente

App Replika cria amigo virtual com IA para fazer companhia e melhorar a autoestima 2021-09-16 15:55:59
Newsletter

Receba nossas notícias e fique por dentro de tudo ;)