movimentos-todos-contra-homofobia movimentos-todos-contra-homofobia

Companhas online contra a homofobia

Companhas online contra a homofobia

Uma campanha contra a homofobia da organização Con La Voz Bien Alta da Espanha tem chamado a atenção. Ela mostra um casal de turistas com problemas para entender as instruções de como chegar ao albergue em que vão se hospedar.

As câmeras escondidas filmam as reações das pessoas que são paradas para ajudar o casal. Quando começam a traduzir o texto, percebem que ele é cheio de frases extremamente homofóbicas.

As pessoas ficam com vergonha de ler aquilo e pedem desculpas. Os que traduzem logo se oferecem para ir com ele à polícia e denunciar o albergue.

O objetivo da campanha é mostrar que, ilegal ou não, as pessoas ainda praticam homofobia. Dessa forma esse tipo de iniciativa tem papel fundamental para provocar novos diálogos.

Espalhadas com facilidade pelas redes sociais, tais campanhas abrem espaço para discussões sobre o assunto dentro e fora do ambiente digital.

Cada vez mais, conversas que antes eram tabus, com a ajuda da internet, ganham repercussão e, com isso, é possível que socialmente essas ideias sejam revisitadas e outros valores, mais inclusivos, sejam instigados.

No Brasil, a Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual da Prefeitura do Rio (Ceds) lançou recentemente a campanha A Sua Voz Na Luta Contra o Preconceito.

Este vídeo que circula pela internet conta com atores renomados e aponta o alarmante dado: o Brasil está em primeiro lugar no ranking mundial de assassinatos homofóbicos. A informação assusta e precisa ser discutida.

Da internet para as ruas

Recentemente a Avenida Paulista, em São Paulo, foi palco de homenagem às vítimas do atentado na boate Pulse, em Orlando, nos Estados Unidos. Mais uma vez, o ato, chamado de Vigília pelas Vítimas de LGBTfobia, foi convocado pelas redes sociais.

Internautas do mundo todo usaram da #PrayForOrlando em sinal de luto pelas vítimas do atentado. A hashtag foi postada mais de 1 milhão vezes, unindo internautas de todo o mundo em busca de justiça e o fim da homofobia.

Lançado em 2011, o Projeto #eusougay foi criado pela jornalista Carol Almeida, para engajar todos contra a intolerância e discriminação. Isso independente de gênero, preferência, credos em uma corrente única.

Para participar, basta enviar uma foto com a hashtag #EuSouGay. As contribuições são postadas no blog e página do projeto.

A tecnologia é uma importante aliada para essas iniciativas de conscientização; é uma forma eficaz de pulverizar novas ideias e provocar uma sociedade mais igualitária. Mobilize suas redes também #todoscontrahomofobia

E vale lembrar que a rede ainda ajuda a denunciar os casos de intolerância e discriminação. Se presenciar conteúdo homofóbico na Internet, basta denunciar de forma anônima em: www.denuncie.org.br.

Fonte: Dialogando - Companhas online contra a homofobia (2016)

Deixe uma resposta

O campo mensagem deve conter pelo menos 3 caracteres
Companhas online contra a homofobia 2019-12-13 18:33:23
Newsletter

Receba nossas notícias e fique por dentro de tudo ;)