Maternidade Tecnológica Maternidade Tecnológica

Maternidade tecnológica

Maternidade tecnológica

Uma pesquisa realizada pelo site Netmums revelou uma revolução silenciosa que a tecnologia tem operacionalizado entre as mães do mundo todo: comparando dados recolhidos em 2006 e 2016, 85% das mulheres relatam estar mais felizes e realizadas graças à tecnologia e à internet. O principal meio de acesso à rede é o smartphone.

A internet é maravilhosa, né? Depois que engravidei, eu uso ainda mais. Costumo acessar pelo celular, que é mais prático para mim.”, compartilha Marília Oliveira Costa, mãe do Ivan, de pouco mais de 1 ano.

Eu acho que a internet pode mudar bastante, como deixar a informação mais próxima e fácil – eu conversava com minha obstetra por WhatsApp, por exemplo.”, diz Ana Emílio, mãe do Arthur, de 6 meses.

A questão do acesso à informação é um dos maiores avanços realmente: a pesquisa do site Netmums revela que em 2006 a maioria das mulheres só tinha acesso a aconselhamento sobre maternidade, saúde e criação de filhos por meio de conselheiros e médicos de família.

Hoje em dia, são os grupos e fóruns online que assumiram esse papel: “Desde a gestação, o que me ajudou muito foram os grupos nas redes sociais. Grupos de apoio ao parto, parto humanizado, pós-parto e amamentação… Lá eu encontro muita informação e uma rede de apoio que amo.”, revela ainda Marília.

E você, acredita que a tecnologia pode ajudar mamães de primeira viagem? 🙂

Fonte: Dialogando - Maternidade tecnológica (2017)

Deixe uma resposta

O campo mensagem deve conter pelo menos 3 caracteres
Maternidade tecnológica 2020-02-19 20:13:08
Newsletter

Receba nossas notícias e fique por dentro de tudo ;)