influenciadores-criadores-de-conteudo-quarentena influenciadores-criadores-de-conteudo-quarentena

O papel dos influenciadores e criadores de conteúdo durante a quarentena

Campanha: Coronavírus

O papel dos influenciadores e criadores de conteúdo durante a quarentena

Desde que a OMS (Organização Mundial da Saúde) declarou pandemia causada pelo novo coronavírus, muitos países tomaram medidas de isolamento social para conter a disseminação da doença.

A quarentena atingiu as pessoas de formas diferentes: escolas e universidades tiveram suas aulas suspensas; serviços considerados não essenciais, como cinemas, shoppings e restaurantes, estão fechados temporariamente; empresas migraram para o home office – quando o colaborador pode realizar seu trabalho de casa.

O efeito da quarentena – com mais pessoas em casa do que era de costume – pode ser notado principalmente nas redes sociais. De acordo com dados publicados em abril pela Comscore, empresa de inteligência de mercado digital, as redes sociais tiveram aumento de 26% de acessos em relação ao mesmo período em 2019.

Essas mudanças afetaram também a rotina dos influenciadores e criadores de conteúdo. Devido ao aumento no consumo de redes sociais e as crescentes buscas sobre a COVID-19, os influenciadores intensificaram seus conteúdos, prestando um serviço à sua comunidade, seja com informações e formas de prevenção ou com entretenimento e bem-estar.

Segundo um estudo feito pelo YouPix com mais de 500 influenciadores, 63% dos criadores de conteúdo digital entrevistados assumiram o papel de conscientizar os seguidores sobre cuidados referentes à COVID-19, focando conteúdo exclusivamente para falar sobre a pandemia.

O papel dos influenciadores durante a pandemia

Uma das influenciadoras engajadas na luta contra a COVID-19 é Fernanda Catania, mais conhecida como Foquinha, com cerca de 1,75 milhão de inscritos em seu canal do YouTube e mais de 750 mil seguidores no Instagram. A influenciadora conta que participou, ainda no começo da pandemia, de uma campanha institucional do YouTube, gravando um vídeo mostrando o jeito correto de lavar as mãos.

Fernanda aponta para a importância de ser um exemplo para seus seguidores:

“Todo mundo que tem seguidores, não importa se são poucos ou vários, influencia as pessoas nas suas atitudes, no que faz, no que pensa, no que fala. Dizer que está em casa de quarentena, mostrar que está em casa e explicar por qual razão devemos ficar em casa, isso, com certeza, os incentiva a fazer o mesmo”.

Já para Nilce Moretto, criadora de conteúdo e idealizadora do canal Cadê a Chave, o papel dos influenciadores e criadores de conteúdo é ainda mais amplo. Segundo ela, o termo influenciador pode ser aplicado a todos na internet, a diferença é o número de pessoas que você alcança.

Foi com essa opinião que ela e o marido, Leon Martins, também criador de conteúdo, convocaram outros influenciadores para elaborarem um plano para conscientizar a população sobre a necessidade de aprovação do projeto Renda Básica com a intenção de auxiliar a população mais vulnerável — cerca de 77 milhões de pessoas que possuem renda familiar inferior a três salários mínimos no país. Nilce conta que:

“O barulho que foi feito nas redes sociais ajudou na discussão e aprovação da medida no Congresso. Talvez sem a mobilização, isso não se concretizaria. Não foram só influenciadores. Foram várias correntes trabalhando. Pessoas que acabaram se conectando por causa do mesmo ideal.”

Segundo o El País, a mobilização social foi de extrema importância para a aprovação do projeto. A proposta recebeu apoio de uma rede de mais de 2.000 influenciadores, entre artistas, youtubers e comentaristas políticos. Uma petição pedindo a implementação do projeto teve mais de 250.000 assinaturas nas primeiras 48 horas.

Criadores de conteúdo dos mais diversos nichos – filmes, músicas, beleza, saúde, etc. – estão diversificando e criando novas formas de entretenimento a cada dia. Existem infinitas possibilidades de conteúdo disponíveis para o nosso consumo, que, quando feito de forma consciente, pode ser uma excelente maneira de distrair e aproveitar o tempo livre.

O papel dos influenciadores durante a quarentena é também o papel de todos nós: usar nossa influência -– seja com amigos próximos, parentes ou conhecidos – nas redes sociais para conscientizar sobre a importância dos cuidados de saúde e do isolamento social 🙂

Fonte: Dialogando - O papel dos influenciadores e criadores de conteúdo durante a quarentena (2020)

Deixe uma resposta

O campo mensagem deve conter pelo menos 3 caracteres
O papel dos influenciadores e criadores de conteúdo durante a quarentena 2020-04-23 17:19:08
Newsletter

Receba nossas notícias e fique por dentro de tudo ;)