Encontros virtuais Encontros virtuais

Dia dos namorados: solteiros buscam encontros virtuais mais seguros

Dia dos namorados: solteiros buscam encontros virtuais mais seguros

Amar é… antes de tudo, se proteger! Porque aí, lá na frente, vamos poder amar mais quando, juntos, vencermos o vírus que há mais de um ano tornou um simples abraço uma ação perversamente arriscada.

Mas como lidar com um encontro presencial na pandemia quando existe o receio de não saber o que fazer na despedida? É aí que entram os encontros virtuais. 

Quando nossos corações batem mais forte, nossas mãos suam, e a vontade mesmo é roubar um beijo do crush — pelo menos para saber se a pessoa beija bem, já que essa performance quase sempre é fatal e pode definir se haverá ou não uma segunda oportunidade?

Calma. Há jeito para tudo, mas só quando a gente usa a tecnologia com muita (mas muuuuita) responsabilidade! No Dia dos Namorados, entregamos algumas dicas para os solteiros que estão na captura de um par no mundo virtual nessa pandemia que, logo menos, estará perto do fim.

Prova de amor e responsabilidade

A vida amorosa da Andressa Mercuri, 30, teve uma retomada segura nos últimos seis meses, quando a designer passou a sentir mais confiança nos encontros virtuais e matches do Tinder.

“No início da pandemia, eu investi nos flertes, sem marcar nenhum encontro presencial. Só em setembro, quando houve uma melhora nos índices de contágio, passei a arriscar um pouco”, confessa.

Risco que assumiu por conta própria, mas que exigiu muita dedicação dos solteiros a fim da baiana. 

“Depois de pensar muito, defini que só me encontraria com quem fizesse o teste de Covid. Com conversas muito sinceras, as duas pessoas com quem me encontrei levaram numa boa. Fizemos o teste com um dia de antecedência e nos encontramos com mais tranqüilidade”, explica.

‘Carentena’

Os aplicativos de relacionamento se tornaram um forte aliado contra a solidão desde que fomos pegos pela desagradável surpresa da pandemia. Solteiros de plantão passaram a chamar o isolamento social de “carentena”, e o número de usuários e adeptos aos encontros virtuais e matches teve um boom de crescimento. Sem falar que essa carência aumenta conforme o Dia dos Namorados se aproxima. 

Nos últimos meses, o Par Perfeito registrou crescimento de 70% no número de usuários. Por lá, as pessoas passaram a investir 20% a mais no tempo de interação dentro do aplicativo.

No Inner Circle, então, nem se fala! A troca de mensagens entre a comunidade cresceu 391% e os encontros por vídeo, 988%. O número de matches acompanhou o mesmo ritmo: foram 614% superiores.

As plataformas vêm buscando alternativas, e a exigência da Andressa não foi nada exagerada se considerarmos as alternativas que agora disponibiliza o…

Lex

O app de relacionamentos e encontros virtuais vem se popularizando entre o público LGBTQIA+,  e já conta com recurso que permite aos solteiros da comunidade fixar nos perfis os testes mais recentes da Covid-19.

Gratuito, está disponível para Android e IOS.

Bumble

Na pandemia, a plataforma passou a oferecer um recurso que permite adicionar uma identificação ao perfil dos usuários, sinalizando como se sentem mais confortáveis para se relacionar. Se virtualmente, socialmente distanciado ou, socialmente distanciado com o uso de máscara.

Gratuito, está também disponível para Android e IOS.

Badoo e Tinder

Embora a imunização de pessoas mais jovens — maiores consumidoras — ainda não tenha começado em massa por aqui, quem teve a sorte de se vacinar vem usando a bio para sinalizar o grande feito com a #vacinado, no Badoo e no Tinder.

A iniciativa chama a atenção e ainda passa uma boa impressão: mostra que o usuário tem preocupação com a saúde e pode ser divisora de águas na hora daquele match que vai te fazer virar 2021 para 2022 pulando sete ondas de mãos dadas com o crush.

Ambos são apps de relacionamento e encontros virtuais, disponíveis gratuitamente para Android e IOS.

Pela tela

Vale lembrar que o momento pede cuidados, e somos todos protagonistas na luta contra os avanços da Covid, seja durante o Dia dos Namorados, ou não. 

Dê preferência a encontros virtuais, busque criar vínculos de amizade nesse período e vá criando expectativas para o encontro real, porque esse match pode dar um “samba bom” e se tornar mais especial ainda! 

Fonte: Dialogando - Dia dos namorados: solteiros buscam encontros virtuais mais seguros (2021)

Deixe uma resposta

O campo mensagem deve conter pelo menos 3 caracteres
Dia dos namorados: solteiros buscam encontros virtuais mais seguros 2021-06-11 19:02:24
Newsletter

Receba nossas notícias e fique por dentro de tudo ;)